quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

_________________________________

E eu não sei de quem tento esconder esse amor. Se é de mim, se é de você, se é dos outros. Tá claro, e todo mundo vê, que é só você que me faz rir, e é só sua voz que me acalma. E, por mais que fugimos um do outro... Não seríamos capazes de ir embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário