quarta-feira, 29 de junho de 2011

Mãe.

Minha mãe me ensinou, e ainda me ensina, a nunca ter vergonha de quem eu sou. Nem nunca negar ou esconder o que eu possuo. Mesmo que seja pouco. Minha mãe, sempre lutou. E ainda luta. Ela ainda corre. Não fica parada. Ela quer ter o que ela deseja. E nunca vi, minha mãe tentando desistir daquilo que ela quer. E mesmo que saia errado, mesmo que nada dê certo, ela sempre me aparece com um sorriso no rosto, e com a vontade de tentar mais uma vez. Minha mãe tem sonhos. Muitos sonhos. E eu espero, algum dia, poder realizá-los. Muita gente diz: ''Minha mãe, é a melhor mãe do mundo'', mas sei, que muitas não chegam perto disso. Minha mãe chega. Minha mãe alcança isso, ela passa disso. Sendo a melhor, não só como mãe, mas como mulher. E como exemplo pra mim, e pra todos que a cercam. E é por isso que eu digo, que mato e morro, pra vê-la feliz. Sabe por quê? Por que ela é minha mãe.
Priscilla Martins.


Nenhum comentário:

Postar um comentário