domingo, 2 de janeiro de 2011

How far can love go?

Quando o conheci, não imaginava que iria chegar aonde chegou, nem que ia doer, como dói, também não quis machucar ninguém. Não entendo o por quê que sempre que estou lá no alto, vem sempre alguém que me puxa os pés e me faz cair na realidade. Alguém que me mostra que nada é perfeito, e tudo, absolutamente tudo, tem suas consequencias. Eu queria poder te amar, sem dor, nem culpa. Sem medo, sabendo que não estou machucando ninguém. Não sei por que ainda cumpro regras, não sei por que ainda não aprendi, que o que vale mais, é o que se encontra dentro do coração, e que a razão, não vale quando o assunto, é amor. Havia esquecido a tempos, o quanto aquele frio na barriga, e aquele arrepio são bons. Já havia esquecido a tempos, que o amor é lindo, mais dói. E amar ainda, sem poder te olhar, nem te tocar, dói mais ainda. A culpa, não é por estar longe, e sim por não poder estar por perto.
Priscilla Martins.

2 comentários:

  1. meu unico comentario: se os dois estão longes,alguém tá no lugar errado.
    Me identifiquei com o texto,
    ja passei por algo parecido.
    E em breve escreverei sobre o mesmo tema que voce.
    Parabens continue escrevendo =D
    beijooos

    ResponderExcluir