domingo, 5 de dezembro de 2010

Eternamente.

Eu não entendo mais nada. Não sei o que estou sentindo agora, se é amor ou paixão, se é frio ou calor, se é carência ou dor. Eu só sei que esse sentimento está começando a me machucar, por que sei, que seja lá o que for, está bem distante a ideia de te ter só pra mim. Quando penso em te perder, as lágrimas tomam conta do meu rosto, e não sei por que choro por perder uma coisa que nem tenho. Me dói só de pensar que você pode encontrar outra em seu caminho, e esquecer que estou aqui esperando você. Me deixa sentir teu cheiro, olhar seus olhos mais de perto, que jamais o deixarei partir. Me dá a tua mão, entrelaçe os seus dedos nos meus, vamos ver o pôr do sol, enquanto caminhamos pela praia. Me dá a sua mão, e caminha comigo, pro resto de nossas vidas, e deixa eu te fazer feliz.
Priscilla Martins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário