domingo, 31 de outubro de 2010

Ausencia

Silêncio. Foi o que permaneceu. A casa ficou grande demais, assim como todos os outros lugares.
Vazio, a única coisa que sobrou. O coração que se sentia até cheio demais, hoje não consegue identificar um sentimento sequer.
Ele se foi, ainda estou aqui. Sem saber no que pensar, sem saber como agir.
O tempo está passando e cada segundo se prolonga sem suas carícias. Os minutos estão acabando e já está na hora de acordar. Vou perceber que todo o sofrimento, não passou de um pesadelo ...
Priscilla Martins

Máscaras

As pessoas não sentem. Elas pensam. Acho que eu devia agir assim : pensar e pensar, e não amar, não sentir. Me daria bem. Por que parece que quanto mais as pessoas pisam em outras, as ''outras'' sempre voltam atrás delas, e quando somos sinceros, mais as pessoas mentem. Se for assim, é fácil. Vou pegar minha máscara mais bonita, colocar na cara e sair andando na rua. Quem sabe assim, viro até uma celebridade !
Priscilla Martins

'' A destruidora de vidas. ''

'' Ela não queria ninguém perfeito, ninguém muito especial. Ela só queria alguém que a amasse, alguém que a compreendesse. Uma pessoa que achasse ela perfeita, enquanto os outros apontavam muitos defeitos. Alguém para lhe fazer sorrir antes mesmo da lágrima escorrer em seu rosto. Ele apareceu. A amou. Como ninguém havia a amado. Ele lutou. Tirou forças da onde não tinha para ficar com ela. Ela desistiu. Desistiu por ser fraca. E ele, mais uma vez, insistiu. Mostrou para todos que naquele momento, ela era a vida dele. E ela, sem saber o que fazer, seguiu por um caminho sem volta. O deixou ali, sobrando só uma esperança de que ela voltasse e dissesse ' Ei, eu estou aqui ! Nunca parti de verdade ... ' . Ela não voltou. E ele, esqueceu que uma 'destruidora de vidas' tinha estado ali. Na verdade, ela não destruiu a vida dele. E sim a dela, por toda a eternidade. Por que ela sabe, que milhões de anos podem se passar, e milhões de outros caras ela pode conhecer, mais nem mesmo o infinito de tempo poderá substituir cada segundo ao lado de quem ela realmente ama. E nem todos os homens do mundo, serão capazes de a amar tão intensamente quanto ele a amou. ''

Priscilla Martins

Falsidade.

Eu fico impressionada como algumas pessoas consegem usar o próximo. Como que elas conseguem colocar e tirar suas máscaras sem nenhum esforço. Um dia é isso, outro, é aquilo. Não sei como que as palavras podem ir e vir na boca de uma pessoa assim tão fácil. Sem sentimentos, sem culpa. Eu não me incomodo com isso. Só me dói muito, quando esse tipo de gente, se mete comigo.

Priscilla Martins

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Hipocrisia ?

Cansei de ser hipócrita e acreditar que está tudo indo bem. Me pergunto, por que de tantos elogios, por que de tantas criticas, me pergunto por quê que o homem, conseguiu tanta tecnologia, mais até hoje, não aceitou que todos nós somos iguais. Me pergunto também, aonde ele vai pôr tanta beleza, e tanto luxo; aonde irá tanta ambição, tanto desprezo, tanto desamor. Por quê que até hoje, o mundo não virou seus olhos pra aqueles que precisam, pra aqueles que são esquecidos, totalmente. Quando que o homem vai perceber, que todas nossas diferenças, são iguais, por que quando a diferença não é externa, é interna, e a pior feiura de um ser humano, se encontra exatamente, dentro dele.
 
Priscilla Martins

Recomeço.

Sempre quando acaba, fica um restinho dentro de nós, mesmo quando nunca tenha ocorrido algo, o vazio, permanece. Aquela sensação que aquele nos pertecence, ou que aquilo, ainda não se foi. Agora, já não é tão mais importante aquela música que dançaram juntos, ou aquela data sempre comemorada. Agora, esquecemos. Esquecemos das palavras, das promessas, dos sentimentos, do prazer que tinhamos só de saber que o outro estava ali. Acabou. E agora, as palavras são de outra, e o sentimento que você sentia, também pertence a outro.
Priscilla Martins

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Fraquesa é virtude ?

Os fracos caem e demoram pra levantar. Com isso, aprendem. Os fortes, nunca caem, com medo de erguer a cabeça, e deixar o braço a torcer. De um certo tempo pra cá, comecei a acreditar que os fracos aprendem, por toda a vida, enquanto os fortes, nunca terão o que ensinar. E na verdade, o mais fraco, é aquele que se julga forte, é o que sempre ganha, perdendo alguma coisa.
Priscilla Martins